O ENSAIO COMO REVOLTA EM THEODOR ADORNO

Gabriela Nascimento Souza

Resumo


O presente artigo pretende compreender o ensaio em Theodor Adorno como uma revolta da filosofia transformada contra a filosofia tradicional. Tendo como ponto de partida a crítica de Adorno à filosofia idealista, nos propomos a instigar uma reflexão a respeito não só do grande avanço e importância da dialética negativa que perpetua o ensaio, mas também dos seus limites.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i36.3139

Apontamentos

  • Não há apontamentos.