A OPOSIÇÃO ENTRE LINGUAGEM E METAFÍSICA EM MERLEAUPONTY

HARLEY JULIANO MANTOVANI

Resumo


Através de uma análise comparativa dos textos de Merleau-Ponty objetivamos recuperar a autonomia e o ser da linguagem que permaneceu esquecido dentro da história da metafísica clássica que compreendeu a subjetividade através do pensamento separado da dimensão da existência. Devemos demonstrar como essa investigação se estabelece como uma ontologia da palavra que se fundamenta sobre a virtude da expressão e, finalmente, deixando claro a oposição entre expressão e ser, pretendemos demonstrar que a ontologia da palavra liberta a filosofia e a cultura da ilusão e da influência de um céu de ideias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i37.3531

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


eISSN: 2359-6384