O RELÓGIO, O CINEMATÓGRAFO E O INSTANTE: HENRI BERGSON NA VIRADA DO SÉCULO

YVES SÃO PAULO

Resumo


O relógio e o cinematógrafo são duas invenções populares do século XIX. As duas compartilham uma característica em comum: o tratamento do tempo como sendo quantitativo. Henri Bergson traça o paralelo entre o cinematógrafo e a inteligência. O cinematógrafo refaz o movimento a partir de instantes. Mas o tempo é mais que uma coleção de instantes. O cinematógrafo e o relógio tratam o devir sempre do mesmo modo. Com o auxílio de Mary Ann Doane, daremos uma segunda chance ao cinematógrafo. Esta máquina criada ao apagar das luzes do século XIX é capaz de fazer arte. E assim, ela também é capaz de criar uma experiência de duração.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i37.3535

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


eISSN: 2359-6384