A MULTIPLICAÇÃO INCESSANTE DO VALOR: A DIFERENÇA ENTRE ENTESOURADOR E CAPITALISTA EM MARX

Adriana Santos Tabosa

Resumo


A proposta deste artigo é analisar a distinção estabelecida por Marx entre
“entesourador” e “capitalista”. Levanta-se como hipótese que o fundamento dessa diferença reside na finalidade da multiplicação incessante do valor para ambos. Tanto o entesourador quanto o capitalista agem por um impulso pelo enriquecimento. Contudo, o entesourador acumula dinheiro como dinheiro, ao passo que o capitalista acumula dinheiro como capital. Enquanto o entesourador retém o dinheiro da circulação, o capitalista empenha-se em fazer o dinheiro circular, indefinidamente. Não obstante, parte-se do princípio que essa multiplicação incessante do valor praticada por um e outro possui causas distintas. Do ponto de vista psicológico, o entesourador ama o dinheiro em seu perpétuo estado de potência. O capitalista tem por móbil a valorização do valor como uma finalidade em si mesma. O movimento insaciável do capital é um reflexo da sua própria cupidez.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i39.4574

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


eISSN: 2359-6384