MAQUIAVEL E OS PRESSUPOSTOS DE SEU PROJETO CONSTITUCIONAL PARA FLORENÇA

Autores

  • Christiane Cardoso Ferreira Doutoranda - USP
  • Flávia Benevenuto UFAL

DOI:

https://doi.org/10.13102/ideac.v1i43.7236

Resumo

Trata-se de investigar os argumentos utilizados por Maquiavel que sustentam uma proposta republicana em seu projeto constitucional, conforme Discurso sobre as formas de governo de Florença após a morte do jovem Lorenzo de Medici. Para tanto, pretende-se primeiramente apresentar o exame maquiaveliano sobre os governos de Florença do passado (1393 até 1512) e, em seguida, procurar compreender sobre quais bases teóricas ele fundamenta o projeto. Para a compreensão teórica de seus pressupostos republicanos que se contrapõem ao processo de corrupção das ordenações florentinas, utilizamos outros escritos maquiavelianos, sobretudo os Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio. As questões sobre a estabilidade-instabilidade dos regimes, os pressupostos das formas “apropriadas” de governo – incluindo a questão da “igualdade” entre os cidadãos –, a inclusão-exclusão dos humores e o processo de corrupção perpassam nossa análise.

Referências

ADVERSE, H. Maquiavel, a República e o Desejo de Liberdade. In: TransFormAção, v. 30, n. 2, 2007.

¬¬______. Maquiavel, o conflito e o desejo de não ser dominado. In: PINTO, F. M; BENEVENUTO, F. (orgs) Filosofia, Política e Cosmologia: ensaios sobre o renascimento. São Bernardo do Campo: UFabc, 2017.

AMES, J. L. Liberdade e Conflito: o confronto dos desejos como fundamento da ideia de liberdade em Maquiavel. In: Kriterion, n. 119, 2009.

______. Teoria conflitual da política de Maquiavel: alternativa ao paradoxo moderno da relação entre poder constituinte e poder constituído? In: Discurso, v. 48, n. 1, 2018.

______. O Papel constituinte dos conflitos em Maquiavel. In: Síntese, v. 46, n. 145, 2019.

ARANOVICH, P. F. História e política em Maquiavel. São Paulo: Discurso Editorial, 2007.

BENEVENUTO, F. ______. Maquiavel e Licença. In: Cadernos de Ética e Filosofia Política, v.1, n24, 2014.

______. Maquiavel e a Figura do Governante. Curitiba: Prismas, 2016.

BIGNOTO, N. Maquiavel republicano. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

CARDOSO, S. Maquiavel: lições das Histórias Florentina. In: Discurso, v. 48, n. 1, 2018.

FALCÃO, L. Os usos de stato e umori em O Príncipe: uma leitura a partir de Gennaro Sasso. In: PINTO, F. M; BENEVENUTO, F. (orgs) Filosofia, Política e Cosmologia: ensaios sobre o renascimento. São Bernardo do Campo: UFabc, 2017.

FERREIRA, C. C. Os Conflitos Civis em Maquiavel: o problema dos humores. (Dissertação de mestrado) Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2015.

LEFORT, C. Maquiavelo. Lecturas de lo político. Madrid: Trotta Editorial, 2010.

MACHIAVELLI, N. Opere. A cura di Conrado Vivanti. Torino: Einaudi-Gallimard, 1997. 3v.

MAQUIAVEL, N. O príncipe. Tradução de Maria Júlia Goldwasser. 2ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

______. Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

______. História de Florença. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

______. “Discurso sobre as formas de governo de Florença após a morte do jovem Lorenzo de Medici”. Trad. de Gabriel Pancera. In: ADVERSE, Helton (org.). Maquiavel: Diálogo sobre nossa língua e Discurso sobre as formas de governo de Florença. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

MARTINS, J. A. Conflito Político e corrupção no livro I dos Discorsi. In: ADVERSE, Helton; PANCERA, Gabriel (orgs) As Faces de Maquiavel: história, república, corrupção. Belo Horizonte: Editora D’Plácido, 2019.

PANCERA, C. G. “Introdução ao discurso sobre as formas de governo de Florença após a morte do jovem Lorenzo de Medici”. In: ADVERSE, Helton (org.). Maquiavel: Diálogo sobre nossa língua e Discurso sobre as formas de governo de Florença. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010a.

______. Maquiavel entre repúblicas. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2010b.

RIDOLFI, R. Biografia de Nicolau Maquiavel. Trad. Nelson Canabarro. São Paulo: Musa Editora, 1992.

SILVA, R. Da honra ao patrimônio: conflito social e instituições políticas nos Discorsi de Maquiavel. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n.12, p.43-66, 2013.

______. Desigualdade e Corrupção no Republicanismo de Maquiavel. Dados, Rio de Janeiro, vol.63(3): e20190070, 2020.

VIROLI, M. O sorriso de Maquiavel. Trad. Valéria Pereira da Silva. São Paulo: Estação Liberdade, 2002.

Downloads

Publicado

2021-06-13

Edição

Seção

Dossiê