O último Eça de Queirós na imprensa paulistana: nacionalismo e tradição

Cristiane Navarrete Tolomei

Resumo


Trata o presente artigo de resultado inédito das publicações acerca do último Eça de Queirós (A correspondência de Fradique Mendes e A ilustre casa de Ramires, ambos de 1900, e A cidade e as serras, de 1901) nos periódicos de São Paulo intitulados Correio Paulistano, O Estado de S. Paulo e Revista do Brasil, na primeira metade do século XX, período entre a morte do escritor português, em 1900, e as comemorações do centenário de nascimento de Eça, em 1945. De forma mais pontual, analisa-se como o projeto nacionalista dos periódicos paulistanos deram conformidade às leituras a respeito das últimas publicações do autor. A pesquisa à fonte primária ocorreu durante as visitas e consultas a três centros de referências: à Sala de Materiais Especiais da Biblioteca "Florestan Fernandes" da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, São Paulo; ao Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) – USP, São Paulo; e à versão eletrônica do acervo de O Estado de S. Paulo pela página http://acervo.estadao.com.br/. Após a etapa de recolha de material, finaliza-se o levantamento do corpus e realiza-se a classificação do objeto de estudo, chegando ao seguinte resultado: nos 42 anos percorridos no periódico Correio Paulistano foram encontrados 34 textos; nos 50 anos percorridos no periódico O Estado de S. Paulo encontram-se 14 textos; e nos 18 anos percorridos no periódico Revista do Brasil foram encontrados 7 textos sobre o último Eça de Queirós.

Texto completo:

PDF

Referências


Documentos

CORREIO PAULISTANO. São Paulo, 1900-1942.

O ESTADO DE S. PAULO. São Paulo, 1900-1950.

REVISTA DO BRASIL. São Paulo, 1916-1944.

Referências

ABDALA JR., Benjamin. Eça de Queirós, o realismo e a circulação literária entre Portugal e Brasil. In: ___ (Org.). Ecos do Brasil: Eça de Queirós, leituras brasileiras e portuguesas. São Paulo: SENAC, 2000, p. 89-117.

BERRINI, Beatriz (org.) A ilustre casa de Ramires – cem anos. São Paulo: Editora da PUC, FAPESP, 2000.

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 1980.

CAPELATO, Maria H.; PRADO, M.L. O Bravo Matutino. Imprensa e ideologia: o jornal O Estado de S. Paulo. São Paulo: Alfa-Ômega, 1980.

LESSA, Carlos. Nação e nacionalismo a partir da experiência brasileira. Estudos Avançados, São Paulo, 22(62), p. 237-256, 2008.

LUCA, Tania Regina de. A Revista do Brasil: um diagnóstico para a (N)ação. São Paulo: EDUNESP, 1999.

______. Leituras, projetos e (re)vista(s) do Brasil (1916-1944). São Paulo: EDUNESP, 2011.

MARTINS, Ana Luiza; LUCA, Tania Regina de. Imprensa e cidade. São Paulo: EDUNESP, 2006.

MICELI, S. Poder, sexo e letras na República Velha. São Paulo: Perspectiva, 1977.

. Intelectuais e classe dirigente no Brasil (1920-1945). São Paulo: Difel, 1979.

PILAGALLO, Oscar. História da Imprensa Paulista. São Paulo: Três Estrelas, 2012.

REIS, Carlos. Para edição crítica das obras de Eça de Queirós. In: Crítica textual e edições críticas: em questão. Coimbra: Centro de Literatura Portuguesa, 2006, p. 69-116.

______. O essencial sobre Eça de Queiroz. Lisboa: Ed. Imprensa Nacional, 2000.

______. Leitores brasileiros de Eça de Queirós: algumas reflexões. In: ABDALA JÚNIOR, Benjamin (Org.). Ecos do Brasil: Eça de Queirós, leituras brasileiras e portuguesas. São Paulo: SENAC, 2000.

SODRÉ, Nelson Werneck. História da imprensa no Brasil. Rio de Janeiro: Graal, 1977.

SOUZA, José Carlos S.de. O romance-ensaio em Eça de Queirós: estudo crítico sobre A ilustre casa de Ramires e A cidade e as serras. 2011. 250f. Tese (Doutorado em Literatura Portuguesa) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

TOLOMEI, Cristiane Navarrete. O último Eça de Queirós na crítica literária brasileira da primeira metade do século XX. Revista de Estudos Literários, Coimbra, 9(2019), p. 269-285.

______. A recepção de Eça de Queirós no Brasil – Leituras críticas do século XX. São Paulo: Scortecci, 2014.

Webgrafia

ACERVO OESP. Disponível em: < http://acervo.estadao.com.br/>. Acesso em: 2017-2018.

HEMEROTECA DIGITAL DA BIBLIOTECA NACIONAL. Disponível em:

. Acesso em: 2017-2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v20i3.4952

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973