A FILOSOFIA E O SEU ENSINO SOB O DIAPASÃO DA CRIATIVIDADE

Victor Hugo de Oliveira Saldanha

Resumo


O presente artigo tem o propósito de abordar a filosofia na perspectiva de sua definição e de seu ensino, especificamente no domínio na educação básica. A
abordagem ora proposta organiza-se numa estrutura tripartite: na primeira parte, pretende-se tecer algumas considerações preambulares à questão “o que é a filosofia?” e, em seguida, traçar dois requisitos fundamentais para uma possível resposta a esta interrogação. A segunda parte apresenta a definição deleuzo-guattariana da filosofia como “a arte de criar conceitos” e assinala a centralidade do conceito e do problema na caracterização da atividade filosófica. À vista da definição deleuzo-guattariana da filosofia como uma atividade per se criativa, definição que descortina o problema do ensino criativo dessa disciplina, a terceira parte sugere como possibilidade do exercício da criatividade no ensino médio a proposta do filósofo Silvio Gallo de compreender a aula de filosofia como uma oficina de conceitos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v0i0.3002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


eISSN: 2359-6384